9 de abr de 2008

A profissão, o tempo e a doidera.

Tá, que eu não sou um exemplo de sanidade, todo mundo sabe! Mas me chamar assim de louca na cara dura, ah, já é uma provocação, né!?

Quando eu era mais nova, minha mãe dizia: "Filha, vai estudar e ser médica, bem... isso vai ser muito melhor pro seu bolso, pro meu bolso e pra sua saúde."

Lógico que, como toda boa filha, eu não ouvi minha mãe! E adivinhem? Ah, adivinhem bogaria nenhuma, você já sabem... fui ser professora.

Na faculdade, tudo era muito legal. Eu gosto de estudar, de ler, de saber sobre acontecimentos artísticos - históricos. O único problema é que eu não sabia que gostar de tudo isso ia me colocar à frente de 40 alunos, na maioria dasveiz, um bando de desinteressado e babacas.

Ontem fui dar aula num 2º ano do Ensino Médio e me deparei com meia dúzia de adolescentes que pareciam ter vindo da 5ª série! Queria matá-los, eu juro! E, pra ajudar, uma maluca perguntou minha idade e disse que eu era realmente louca de estar ali, à frente deles. Isso é pra gente ver que a consciência de que eles são uns tormentos, todo mundo tem, mas ninguém faz merda nenhuma pra mudar e melhorar a situação da classe de alunos e diminuir o stress dos maluco dos professores.

Entretanto, eu sou controlada. Minha mãe sempre diz que Deus é muito sábio, pois não me deu tamanho e nem força suficiente e, sendo assim, eu sou obrigada a me controlar. Do contrário, já teria espacando meus irmãos e meia dúzia de baguás.

Desse jeito, um dia vou me sentir como o poeminha da Cecília Meireles, que se chama Retrato. Pra quem não sabe do que eu tô falando (que acho muito provável ser maioria, até porque eu também não conhecia), vou colocar abaixo, como de costume, sabem?!

Só pra terminar, eu ando bem sem tempo. A vida de miserê acabou e eu tô tendo que trabalhar. Ainda bem, porque assim o meu oriehnid dá pra, pelo menos, pagar a minha Pós-Graduação!

Um golinho ácido para todos vocês.
"Eu não tinha este rosto de hoje,
Assim calmo, assim triste, assim magro,
Nem estes olhos tão vazios,
Nem o lábio amargo.
.
Eu não tinha estas mãos sem força,
Tão paradas e frias e mortas;
Eu não tinha este coração
Que nem se mostra.
.
Eu não dei por esta mudança,
Tão simples, tão certa, tão fácil:
-Em que espelho ficou perdida
A minha face?"

10 comentários:

makarrao disse...

auhau imagina dar aula para pentelhos da 5ª e 6ª série. Deve ser o tormento.

Cecilia Meireles é foda! :)

Agostinho Lopes disse...

Teu post de hoje me fez lembrar uma piadinha. Me permite?

A filha chegou em casa e gritou, da sala, para a mãe que estava na cozinha:- Mãe! Arranjei um emprego! Vou ser prostituta! E a mãe lá de dentro, também grintando: - O queeee???? E ela repetiu: - Arrumei um emprego, mãe. Vou ser prostituta. Daí a mãe, mais calma, respondeu: - Ah, bom! Pensei que era "professora substituta".

Não concordo com a ironia da piada e acho tua escolha acima de tudo, muito nobre. É uma pena que no país em que vivemos não há respeito por quem deveria ser respeitada.

Beijo!

beeanka disse...

Eu até quero ser professorinha. Mas de crianças de verdade, no máximo até a quarta série.

Cansei de ser abduzida disse...

Ahhh lembrei das minhas aulas de literatura e um professor maravilhoso !!

adoro esse poema, pq lembro dele com muuutio carinho!!

p.s.: eu era uma aluna comportada em sala de aula.. Juro! :D
Mas só na sala de aula! :P

beijo.. te cuida bem!

Andreia disse...

Menina!! Amei o golinho ácido!

Beijão e valeu por contribuir com o seu voto no meu bloguinho!!!!!

Kisses!!!!!!!!!!!!!!!!

Ju disse...

eu não tenho paciência com essas coisas, ainda mais pros aborrecentes de hoje... um saco!
mas, acho q o importante é mesmo é gostar do q se faz... e cecília é tudo nessa vida...

ah, obrigada por me ajudar no blog respondendo minhas perguntinhas...
=)

Silêncio de Chumbo disse...

as vezes a gente pega um caminho que a gente não espera...
mas no final a gente vai tirar sempre o melhor de tudo....

beijos.

Tainá disse...

É... Professora.
Tenho uma idéia do quão stressante seja, minha irmã também é...

Já conhecia esse Poema da Cecília Meireles

=)

Beijos.

Heber disse...

aewww professorinha, beleza de profissão... e delicinha de poema tb!
Mts vezes me sinto assim.

Bom finalzinhod e semana!

Carlos Nascimento Jr e Rafaela Gizzi disse...

"Filha, vai estudar e ser médica, bem... isso vai ser muito melhor pro seu bolso, pro meu bolso e pra sua saúde."
isso me lembro de quando eu estava pra decidir minha faculdade e meu pai dizia: "estuda meu filho, estuda", só que eu entendia "estúdio meu filho, estúdio". Pronto: esse ano me formo em jornalismo...
beijos

carlos