15 de abr de 2008

Laura, o telefone e o paradigma.

- Oi, querida! Não vejo a hora de te encontrar, sentir seu cheiro e o seu sorriso bem pertinho de mim.
(- Você me ama?)
-Eu também! E quando há a possibilidade de você voltar?
- Ainda não sei, mas acho que só no próximo mês.
(- Você me ama?)
- Entendi. Vamos ver o que vai dar. Quando você vier, a gente conversa.
- Algum problema?
(- Você me ama?)
- Nenhum, mas to confusa.
- O que é isso, menina! Eu te quero muito, você sabe disso.
(- Você me ama?)
- É que o verbo querer é muito amplo e eu não consigo entender em que sentindo você diz tanto isso.
- Não complica, não, paixão. Quando eu for, a gente se entende.
(- Você me ama?)
- Mas não em 4 palavras, certo?
- Você entende que te quero?
(- Você me ama ou só quer me levar pra cama?)
- Entendo, mas já expliquei sobre o 'querer'. Posso entender de uma maneira que não seja a real.
- É melhor não pensar.
(- Você quer cama.)
- Beijo.
- Laura? Laurinha? Laura, desliga não, meu bem... por favor...
(Tu tu tu tu tu)

Depois desse diálogo, Laura resolveu que tava na hora de tirar as próprias conclusões, reais ou não, mas que seriam muito dela e só ela decidiria o que fazer com suas perguntas. Não estava disposta a abrir mão de seus ideias e não queria mais ter marcas dos relacionamentos que havia se permitido.

Acordou decidida no dia seguinte. Permitir-se-ia viver e somente viver, sem questionar nada sobre amor eterno, sexo transcendental ou paixão fulgás. Sabia que ia ser mais uma jornada difícil, mas estava muito diposta a modificar o paradigma.

Laura deixará de lado toda sua moral cristã e passará a viver dos desejos mundanos.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
"De noite, na cama, eu fico pensando
Se você me ama... E quando
Se você me ama, eu fico pensando
De noite na cama... E quando."
(Caetano Veloso)

15 comentários:

Pitanga disse...

Eita historinha que bate e volta na mente da gente...

Letreiro Piscando: CUIDADO!!!

Beijos Vermelhinhos...

Pitanga

Lizzie disse...

Sabe o que eu gostaria de saber, Ná? O motivo d'a realidade sempre acabar também com o 'tutututu'.


Beijocas, adoro-te!
www.lizziepohlmann.com

Antônio disse...

Entre a moral cristã e os desejos mundanos há a realidade de cada um, os valores pessoais, sejam eles libertinos ou castos.
É dentro disso que cada pessoa deve agir, sem deixar-se levar pelo que ocorre externamente, mas sim pelo que o coração pede.
E, se isso necessitar recordar as marcas que relacionamentos deixaram, para que deixar o "tututu" ser a frase final? Prefiro discordar de Laura e insistir um pouquinho mais no tal de amor eterno...

Beijão!

Fê Probst disse...

Conclusões precipitadas quase sempre estão erradas. Por que Laura não fez a pergunta que estava presa na garganta? Antes uma certeza dolorida (ou não) do que a eterna dúvida sem respostas...

Agostinho Lopes disse...

Subscrevo a opinião do Antonio!

Passei aqui para tomar minha dose diária de "Soda Cáustica com Guaraná"

Um beijo!

Carlos Nascimento Jr e Rafaela Gizzi disse...

ná...
cara foi phoda mesmo lá no curtume..
mais veleu a pena!!!!!
...
cara adorei seu texto...
essa laurinha, quando ela dexou de lado toda sua moral cristã e passará a viver dos desejos mundanos, me lembrou muito dos contos de nelson rodrigues...
parabens


carlos

Bruno disse...

HAiUAHiUAHiAHUiA

Você me ama?

tititi disse...

Hmmm... complicado. Ando passando nessas questões existenciais. Prefiro continuar a seguir o meu coração.
Bjokas!

Ju disse...

esse diálogo foi ótimo
=)

Lile disse...

E qual a conclusão de Laura?
Por acaso - eu acho - todas as Lauras que passaram na minha vida me deixaram maluca. Não consigo conviver bem com elas.
Ah! O meu all star ainda está sem combinação :-}
Bjo

Lizzie disse...

Voltei p'ra conferir se havia atualização e acabei por ler novamente o post. Sabe aquela música: "Hoje eu preciso ouvir qualquer palavra sua, qualquer frase exagerada que me faça sentir alegria em estar vivo..."? Pois é, me remeteu imediatamente à ela.


Beijocas, adoro-te!
www.lizziepohlmann.com

Andreia disse...

hummmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm

Um pouco de desejos mundanos não faz mal a ninguém vai!! rsrsrsr

Andreia disse...

Já falei que amo esta música do seu blog?! Nem sei quem canta, mas gosto! rsrsrsrs


Beijãoooooooooooooo

M. disse...

Tá vendo. Só falar que ama e fica tudo resolvido.

beeanka disse...

Ainda tem gente que acredita na moral cristã?