11 de abr de 2010

Da expressão da dor

Tantas coisas a serem ditas
poucas palavras capazes de dizê-las.
Tem gente que grita,
tentando aliviar a dor.
Outros correm, chorando.
Eu caço palavras,
que deslizam fugitivas,
para escrever o sufoco.