28 de mai de 2008

Para não lembrar de todo o resto que não posso mudar

Quem nunca quis mudar o mundo? Ter a ousadia de dar alguns passos a frente ou até mesmo a coragem de dar esses passos para trás?
Quem é que nunca teve vontade de mudar de direção de repente? Andar contra o vento, ficar na chuva, deixar-se levar pela correnteza do rio?

Eu já acordei com vontade de mudar o mundo. Mas chutei o canto da cama. Isso foi um acidente, e essa dor me fez esquecer do que eu realmente queria quando acordei, mesmo com o coração ferido...
Às vezes a dor mais recente nos faz esquecer do que realmente nos machuca, ainda que seja menos intensa.
E foi assim que o mundo me mudou e eu mudei minha cama de lugar.

"Sometimes you can´t make it on your own."

18 comentários:

Antônio disse...

Partindo do pressuposto de que o mundo seria diferente se eu não existisse, concluo que o simples fato de eu viver já o muda, por menos que eu contribua para isso.

E, quanto à dor mais recente, talvez ela venha para nos mostrar que a outra, apesar de machucar mais, não está na hora de ser sentida.

Faz tempo que não mudo minha cama de lugar...

Beijo!

Um Sonhador disse...

é melhor que as grandes dores sejam esquecidas por tropeços, e topadas que damos em algum lugar, talvez seja melhor esquecer com um sorriso, com um pouquinho de felicidade...
O mundo será mesmo mudado por você, você faz a diferença, você sabe o que é mudar o mundo, mas os outros ainda não e precisamos mostrar como se faz pra que todos tenham o mesmo sonho que você.

ja a cama, da proxima vez que ela bater no seu pé, da um chute nela :P hahahahaha

bjos querida té mais

Vanessa disse...

Todo dia eu acordo com essa sensação de que preciso mudar algo em mim( interior e exterior), algo no mundo...de dá pulos, trocar moveis, procurar quem nao vejo mais, mudar a rotina...
Quando a gente muda, o mundo muda com a gente.

Lile disse...

Oi, moça, que bom que já está melhorzinha. Demora a cicatrizar, mas acontece.
Não sei se foi influência da foto aí do lado, mas seu post de hoje me fez lembrar a Amélie e a vontade dela de ajudar os outros. Você já faz um tanto disso, estando junto de muitos Arlindos...
Bjo

Ju disse...

ah pelo menos alguma coisa foi mudada de lugar e isso é sempre bom...
=)

Tathiana disse...

As dores imediatas aparecem mais. Mas nem sempre são as q mais incomodam. Quase sempre, pelo menos em algum momento do dia eu penso como gostaria de mudar tudo. Mas quase sempre tb me sinto impotente.
Beijos.

Cristal - a louca. disse...

Se eu mudar minha cama de lugar não entro no quarto.... kkk.

^^

tititi disse...

Não dizem que antes de mudar o mundo, vc deve dar uma olhada ao redor de sua própria casa? Então, o primeiro passo vc já deu, mudou a sua cama de lugar!^^
Bjokas!

Estava Perdida no Mar disse...

Comece com as pequenas coisas. Aquelas q vc pode controlar. As grandes não são tarefa sua. E que bom que pôde mudar a sua cama de lugar. E que bom quando a gente consegue mudar a gente mesmo.
Beijos

Bruno disse...

Já quis muito isso, e vez ou outra ainda sinto vontade. Mas na maioria do tempo me concentro num projeto igualmente complexo: mudar a mim mesmo :)

esparadrapo disse...

você me encanta. mesmo.

Nica disse...

Nossa... a dor recente mascara o que machuca. Pena que não apaga.
Mas... mas... a vida é mt mais que dores. A vida é alegria... pensa no que é bom que o ruim se resolve.

Tem meme pra ti.
beju.

makarrao disse...

ahauha aconteceu comigo HOJE!
minha louça estava acumulada ali a uns 3 dias (mora sozinho é foda)
resolvi:
quer saber? vou lavar!
separei tudinho como eu gosto de fazer, peguei o primeiro copo e simbora!
Ensaboando ele, tudo certinho, eis que o copo olha pra mim, ri e fala: - JEROOOOOONIMOOOOOOO!!!!!
sim, o copo se jogou da minha mão! caraca o primeiro copo, ele caiu ainda encima da pia dividindo-se em centenas de pedaços e alguns deles perfurando meu braço me deixando em retalhos.
Por fim, a louça ta lá, começada com o copo quebrado, vou terminar essa saga apenas amanhã quando não tiver mais frio. Dessa vez vou ter que usar luva.
Mudar o mundo.. ¬¬ nao to conseguindo nem lavar a louça
ahauhauhauahauh
bom final de semana pra vc!

EAUG disse...

eu ja acordei assim, dai a primeira coisa que fiz foi dormir mais 5 minutos
e depois esqueci o que eu queria mudar e foi mais um dia normal
falar em andar contra o vento, hoje tava um vendaval aqui em casa e eu fui correr na beiramar. fui determinado, nem o vento ia me impedir. botei até casaco e fui. chegando lá, o vento era mais forte ainda, corri 200 metros e desisti hauehauiha
eu gosto de correr, mas desse jeito nao dá. o vento parecia que me impedia de ir pra frente.
um dia eu consigo :D

Pitanga disse...

Ná, o teu post me fez refletir mais ainda sobre o meu dilema...na semana passada comprei uma cama (maior que a antiga). Obviamente o quarto "apertou" e a "canelada" virou coisa básica (quase que diária)!

Beijos Docinhos,

Pitanga

Antônio J. Xavier disse...

Mas ao mudar a cama de lugar deste o primeiro passo sabia??
Bjinhos
Estás melhorzinha?
Inclui teu coraçãozinho nas minhas orações...
Bjs

Mari Vianna disse...

Hunf, o que eu mais queria fazer agora era mudar o mundo. Mas aí a gente lembra que tudo é como tem que ser.. E dá desânimo, e dependendo da hora, anima..

compliicado ..

Um beeijo!

Srtª Amora disse...

às vezes, dores pequenas mudam o rumo de mt coisa... e até nos fazem esquecer do objetivo que persistia... mas é assim, de pouquinho que a coisa anda.