21 de mai de 2008

Entre um pensamento e outro...

Com o tempo, você percebe que todo mundo já sofreu por amor. E ai vem a pergunta: Se o amor é uma coisa tão boa, porque as pessoas sofrem?

Taí uma coisa que eu não entendia e me fez refletir um pouco.

Todo mundo já sofreu. Não adianta você dizer que não. Por mais que aquilo não tenha valido nada, por mais que ele ou ela já não faça sentido nenhum na sua vida, você sofreu, sim! Ah, e ainda vai sofrer...

Mas, por que a gente sofre?

Antes de tudo, quero dizer que passei poucas e boas por causa dessa coisa chamada paixão e que, muitas vezes, nós achamos ser amor... e, por assim dizer, infinito. Sempre me apaixonei pelo tipo 'errado' de pessoa, justamente o galinhão da turma. Geralmente é o estereótipo que mais atrai as meninas, certo? Aquele moço bonito, cobiçadérrimo, engraçado e que, de certa forma, conhece muito bem o poder de sedução que tem. E por ele conhecer tão bem esse poder, seduz a tudo e a todos, inclusive você!

Depois de um tempo, você passa a se cansar do tipo 'garanhão do pasto'. Percebe que eles sempre te farão sofrer, por mais que mude o nome ou o endereço...

Passa a perceber que a felicidade não está ao lado do cara que fala com todo mundo, é super social e vira os pescoços femininos aonde quer que passe. Na verdade, você vai ser feliz de outra forma.

A partir do momento em que começa a descobrir o SEU poder de sedução, vê que todos aqueles caras galinhas estão caindo aos seus pés. Por mais passageiro que seja, serve para deixar sua auto-estima no ápice! E então chega o seu momento de monstra, lição que aprendeu com os vários galinhões que passaram por sua vida...

Ser monstra não significa ser feia, desarrumada ou coisa do tipo. Ser monstra é poder jogar seu olhar sedutor e dispensar o cara com a maior cara de pau dizendo que não vai rolar por falta de tempo. Ou então, melhor ainda, dizer que ele não era o que você esperava.

Não acho que todos os homens sejam iguais. De jeito nenhum... E ninguém é totalmente plano, imutável. Mas os 'tipos pegadores' devem ser sacrificados, sim, senhora!

Sei que nesta altura do post, vários dos meus leitores masculinos estarão me xingando e querendo explodir o blog com a dona dele bem próxima... Mas entendam que isso não é uma manifestação contra os homens e muito menos a favor das mulheres. Isso tudo é apenas uma questão de "pondivista", que por sinal, já foi ultrapassado aqui dentro da minha cabeça.

Estou querendo dizer que nós temos todos os direitos de nos apaixonarmos, mas temos que entender que a paixão pode acarretar muita dor e desilusão. Se não for por falta de reciprocidade, será no fim, quando a paixão terminar de um dos lados. Dessa forma, saberemos aceitar a dor e lidar com ela, sem ficar perdendo os cabelos e secando as lágrimas.

Acredito muito na força que há dentro de nós. Somos responsáveis pelo que fazemos e, muitas vezes, somos responsáveis pelo que fazem conosco. Se você foi enganado uma vez por uma pessoa, a culpa não é sua. Se essa mesma pessoa te enganou por três vezes, meu filho, sinto te informar, mas você é o maior culpado nessa história. Por isso, devemos nos apaixonar, sim... sempre, a todo o momento e não deixar que as desilusões tirem de nós o que é bom nessa vida, mas tudo isso tem que ser moderado, saber que o mais importante na sua vida ainda é você e que a única coisa que não pode te faltar é Deus. Do resto, você não perde nada... e muitas vezes, quando acha que perdeu, tá ganhando!!!

Mas eu ainda não respondi a pergunta: Por que a gente sofre?

Se eu disser que não sei, tá valendo?

Golinhos ácidos!
.
.
.
.
.
.
.
.
.
"Chorar por tudo que se perdeu, por tudo que apenas ameaçou e não chegou a ser,
pelo que perdi de mim, pelo ontem morto, pelo hoje sujo,
pelo amanhã que não existe, pelo muito que amei e não me amaram,
pelo que tentei er correto e não foram comigo.
Meu coração sangra com uma dor que não consigo comunicar a ninguém,
recuso todos os toques e ignoro todas tentativas de aproximação.
Tenho vergonha de gritar que esta dor é só minha,
de pedir que me deixem em paz e só com ela,
como um cão com seu osso.
A única magia que existe em estarmos vivos é não entendermos nada disso.
A única magia que existe é a nossa incompreensão."
(Caio Fernando de Abreu)

11 comentários:

Nally disse...

Uhuu ...
Primeiro golinho foi meu!
=D

Ei, seu blog é massa, acho até que ja disse isso em um outro comentário.

Sim, adcionei o ''Soda Cáustica ...'' como favorito la no meu blog.

Se cuida e fica com Deus, beijão!
Lindo, lindo e lindo!
;)

Biscoito Cósmico. disse...

o amor é uma coisa realmente estranha.
e isso dos caras super populares garanhão-sex-appeal é verdade mesmo, haha.

ultimamente só me envolvo com caras nada garanhões sex-appeal e só me ferro :D

ê vida.

:*

esparadrapo disse...

sério. eu gostei, mesmo não respondendo a pergunta chave. mas me incomodou a extensão... sabe que to adorando a maneira como escreve. grande beijo moça.

Andreia disse...

Porque a gente sofre?
Ah Ná, eu penso que muitas vezes o sofrimento é consequencia de algum ato nosso. É meio que lição, pra que a gente não repita o mesmo erro. É claro, que, alguns sofrimentos são causados pela vida, pelo destino, pelo "não explicado"...Mas acredito que em suma, o sofrimento é resultado de nossos erros.

beijãooooooo Linda!!!

Raquel disse...

Acho que o mais doloroso é nao saber se é reciproco. Quando nao é ou se foi uma paixao que passou, o ser que se preze parte pra outra. Agora na dúvida é complicado... vc nao sabe se partir pra outra é o melhor... sempre a maldita da esperança bate e te faz "esperar mais um pouquinho".

Agostinho Lopes disse...

"Quem pode querer ser feliz, se não for por amor?"

Tay Highway disse...

Quem nunca sofreu por amor, nunca viveu. Acho que sofremos para aprender a escolher direito haha e claro, saber que uma alta auto-estima vale ouro!
Depois de alguns tropeços, finalmente estou no caminho certo!
Bjos*

Vinicius Cabral disse...

A gente sofre pq é bobo!
E pq gosta, senão não queria ficar junto...

bj!

Mari Vianna disse...

Pooooooois é.
Sobre a pergunta, também não sei responder. Mas sei que todo relacionamento serve pra a gente aprender algo. Eu também sempre gostei dos piores, ou pelo menos achei que gostei. Porque dos que eu mais gostei MESMO, são os mais tímidos e reservados, aqueles que não machucariam uma mosquinha! haha.. mas amor varia, a vida toda. E concordo, quando achamos que perdemos, podemos nao ter perdido NADA. e COM CERTEZA todos tem seu poder de sedução :).. nem que seja um sorriso! Vai de cada um que você quer seduzir..

enfim, obrigada pelo seu comentario, DE VERDADE. Tava precisando de umas palavras boas...
um beeijo

Srtª Amora disse...

como Deus mesmo disse "o amor é sofredor" deve ser pq é o único sentimento que não necessita de reciprocidade... ele consegue nascer e se sustentar sozinho, e suporta muito.

enfim...

o antiambiente disse...

mas quanto revanchismo, moça...