1 de jun de 2008

Saudade

Eu entendo muito pouco sobre a vida. Da saudade, menos ainda. Não entendo, mas sinto. Sinto numa intensidade tão grande que é quase como se pudesse entender o vazio no peito, o barulho da solidão e o silêncio dos passos apressados no meio da multidão. Tudo isso porque, em algum lugar dentro de mim, há um espaço reservado para alguém que não está por perto, quando isso é a única coisa que eu gostaria de ter. Não está por perto por falta de tempo ou porque a vida escolheu dessa forma.

Hoje eu acordei assim, com tanta saudade que eu seria capaz de explodir. Explodir não, murchar. Isso, eu poderia murchar, já que a saudade é vazio, pelo menos dentro de mim, que entendo tão pouco da vida e menos ainda dessa saudade, que é vidraça embaçada pelo tempo, que é porta entreaberta e ainda deixa passar uma restia de luz...

Essa saudade que eu queria tanto não sentir como sinto agora.
.
.
.
.
.
.
.
.

"Saudade é um pouco como fome, só passa quando se come a presença. Mas, às vezes, a saudade é tão profunda que a presença é pouco, quer se absorver a outra pessoa toda. Essa vontade, de ser o outro, pra uma unificação inteira, é um dos sentimentos mais urgentes que se tem na vida."
(Clarice Lispector)

21 comentários:

Pitanga disse...

Oi, florzinha!!!
Andava sumida...senti tua falta por aqui.

Hum, a saudade é uma "desgranida". É só o que eu tenho a dizer por hoje...

Beijos Doces,

Pitanga

Lily disse...

saudade é foda msm!
eu sei bem o q é isso...
mas sei lá...às vezes a gente se acostuma com ela...
claro q rolam várias recaídas, mas que o tempo faz a gente acostumar, faz!

bjkss e se der e for bom pra vc, tente matar a saudade logo! =)

Agostinho Lopes disse...

Tem uma "musga" que diz: "Que saudade é essa, do amor que não tive..."

Te entendo por experiência própria! Como disse a Lily, "saudade é phoda" (com PH mesmo, pois com F é da boa).

Mas passa... De uma forma ou de outra, passa!

Sinta-se beijada!

Bruno disse...

Saudade às vezes é como a pedra, e o tempo como a água. Demora, mas uma faz a outra diminuir...
Bjo

mundo a fora disse...

olá! achei seu blog nas minhas viagem virtuais q faço diariamente..adorei! lindo blog e quero te convidar a visitar o MUNDO A FORA, dá umas risadas, fazer uma reflexão sobre a natureza, a vida o amor. a diversão

e quem sabe possamos ser amigas/parceiras.

muito sucesso para seu blog e te aguardo

bjoka da dedéia

>.<

Srtª Amora disse...

Clarice foi sábia ao dizer que nem sempre a presença da pessoa que o suficiente... essa sim, é a pior saudade... e a saudade do que poderia ter sido?
eu tbm não entendo mt disso, sou como vc...sinto.

bjos

Vinicius Cabral disse...

É o que vc disse... saudade não se entende, só se sente...

Ju disse...

vc e clarice não poderiam ter definição melhor para saudade...
êta coisa complicada
=)

Antônio disse...

É, normalmente saudade não é o sentimento mais agradável do mundo. Porém, tente direcioná-la para o bem, de forma a não te fazer murchar, mas sim encher-se de alegria por ter vivido bons tempos. Talvez assim eles até voltem de alguma forma.

Beijão!

Lile disse...

Saudade é tão bom! Mostra que mesmo com a correria do trabalho, do dia-a-dia, a gente não esquece. E não esquecer é um sinal de que a gente ama de verdade.
Que sintamos, então, bastante saudade!
Bjo

Srta Diazepan disse...

eu ainda morro com seus textos... lindo, lindo, lindo!!! Me enxerguei nele e me encharquei de saudade... e eu que tantas vezes tentei me esconder disso por orgulho... nem sei se isso tá certo ou não. A gente se protege do jeito que consegue...

beijos

Andreia disse...

Eu não quero mais sentir saudades...Ela já não cabe em mim.



Beijão Ná!

makarrao disse...

é é!
saudade é aquilo que ficou daquilo que não ficou

Pitanga disse...

Linda, tem um selinho mimoso pra ti lá no Vermelho Pitanga!

Bjs,
Pitanga

Carlos Nascimento Jr e Rafaela Gizzi disse...

nossa ná!! vc explicou certinho como é o vazio da saudades!!!
muito bom o texto!!
beijos

carlos

Bruno disse...

Não fale de saudades para mim...

=/

Sinto demais...

Vem cá, Ná. Dá um abraço!

Tititi disse...

Sinto uma saudade imensa tb de alguém especial. Alguém que eu nem conheci. Sinto saudade de sentir saudade de alguém especial que já conheci.
Saudade é o sentimento que mais tenho dentro de mim!
Bjokas, flor!

esparadrapo disse...

Não sei olhar pra esse texto e sentir uma brisa delicada me beijando o rosto e fico pensando: quanta saudade tenho. Guardada sabe? Lá onde meus olhos não querem ver pra não chorarem? Adorei a imagem, não se percebeu, mas parece um beijo do vento, do tempo, entre os cabelos. beijos moça desaparecida. apareça.

Nat, disse...

Nem fale... morando do outro lado do mundo, saudade é algo que sinto todos os dias, sem exceção. Da minha mãe, amigos, gatos, primos, lugares, comidas... Nem falo sobre saudade no blog, pq ela já está em todo lugar na minha vida, não quero espalhar mais... Ainda não descobri um remédio, mas a gente sabe qual é, né? Clarice também, sabiamente. Beijos!

Vanessa disse...

Nossa, quando comecei a ler o texto, só me veio a cabeça o texto de Clarice Lispector que fala da saudade e iria citar ele pra voce...
quando chega ao final, vc cita.
rsrsr
Mas sim...saudade é realmente como fome, só passa quando se come a presença.

A saudade anda de mãos dadas comigo e não sei fugir dela.
é um aperto...
mas melhor ainda, é tentar matar a saudade. Vai atrás dessa pessoa que tanto faz seu coração ficar miudinho.
beijos

Biscoito Cósmico. disse...

a saudade parece que vai fazer a gente derreter e escorrer pelo ralo, e ela nunca passa.
a gente só aprende a conviver com ela.
a gente aprende a conviver com tudo.
no final das contas, acho que viver é isso.
seja lá do que for que você sente saudade, um dia a dor que ela te causa, vai ser menor.

beijo e boa quarta feira.