18 de jun de 2008

A dorlorida

Talvez seja o cansaço ou frio, mas só posso dizer que vivo com saudade de tudo que não vivi. Aquelas coisas que deixei por não agarrar a oportunidade, por deixar meu medo falar mais alto. Sabe aquela história de que 'uma mulher tem de saber a hora de se retirar', a hora de tirar o time de campo, de deixar o jogo rolar sem que entremos pro ataque? TUDO HISTÓRINHA PRA BOI DORMIR, coisa de fracos!

Sim, fui fraca. Perdi minha coragem, tive medo de me machucar pra sempre. E quem é que não tem?

Não estou reclamando do que conquistei. Apesar dos meus medos, eu lutei muito e não me retirei dessa batalha quando me atiraram no peito pela primeira vez. Pelo contrário, ressurgi das cinzas e fui ao encontro de outras tempestades.

Não perdi meus sonhos no fio da vida. Carrego -os no peito e seguro com as duas mãos. Quando tenho de ir embora, vou sem despedidas pois sei que voltarei! Eu sempre voltarei!

Meu passado deixou juras de amor desbotadas, flores murchas, espinhos sólidos, beijos guardados, planos desperdiçados; as lembranças e os cheiros não foram dilacerados; uma bela história e, do amor que eu tive, ou que tiveram, restou bem pouco e se acabou.

Em alguns momentos, sinto vontade de viver tudo de novo e agarrar as coisas que não priorizei, porém já não há tempo.

Agora é o momento de nova vida, de não deixar passar as novas oportunidades que chegarão.

Mas, se os meus desejos voltarem, lembrarei da nossa música.

.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
"Se voltar desejos
Ou se eles foram mesmo
Lembre da nossa música.
Se lembrar dos tempos
Dos nossos momentos
Lembre da nossa música."
(Música, Vanessa da Mata)
Ganhei dois novos selinhos: Um blog de Ouro, da Fê. Esse blog é 10, do Antônio.
Repasso para: Nally, Ly, , Ju.
Beijos.

26 comentários:

Adriano DiCarvalho disse...

E apesar de tudo impresso sobre suas palavras, há uma sensatez e uma convicção necessários a meu ver. Assim é viver!

E olha só, andei lendo teus posts. E muito merecidamente, deixei um presentinho pra você lá. Passa lá quando puder viu!

Bjão.

Antônio disse...

Engraçada essa saudade que sentimos do passado e das coisas que queríamos que acontecessem, mas não ocorreram. Bate uma segurança quando conhecemos as coisas, né? Estranho isso.
Sei lá, hoje estou mórbido demais para concluir qualquer coisa.

Beijo!

disse...

Saudade do que não existiu é a pior de todas... Ou não, saudade, seja como for, sempre dói.

Ah! Eu nunca ganhei uma coisas dessas... Que feliz! Muito Obrigada lindona!

Beijo.

★. Marii .★ disse...

é... fazer e se arrepender não é tão ruim quanto não fazer e ficar sem saber o desenrolar de determinada situação
;~~

Bruno disse...

Nas revistas em quadrinho de super-heróis às vezes aparece uma estória do tipo "What If". Nelas algo inusitado acontece, e a trama se desenvolve sobre o que aconteceria se a coisa fosse daquele jeito. Sabe, as vezes penso nos "what if"'s da minha vida, mas no final das contas chego a conclusão que mesmo que pudesse não mudaria nada... quem seria eu sem minhas retiradas de campo e minhas derrotas?
Beijo!

Tathiana disse...

POis bem, até os "desperdícios" e as coisas q deixamos pra trás nos ensinam uma lição: valorizar as coisas certas no momento certo.
Beijos.

Mandy disse...

Realmente todos temos medo de nos machucar, mas às vezes bate uma coragem súbita...

Sei exatamente como se sente, também sou assim! Sempre lutei por tudo q eu quis e qnd me magoaram, eu consegui ressurgi das cinzas tbm!

O importante é continuar vivendo sem medo de ir em busca da felicidade!!!

Adorei seu blog, posso te linkar??

BjO.

Ju disse...

queridaaaaaaaaaaaaa
obrigada pelo selo, eu já tinha ganhado antes, mas valeu mesmo assim
=)

Renata Valim disse...

Esse sentimento de saudade, meio nostálgico é paradoxal né Nah.
Ao mesmo tempo que conquiestamos coisas lindas hoje, e sonhamos o futuro, por vezes pinta o gosto no paladar de momentos passados.
A complexidade das nossas mentes, e coração são incompreendidas, fato!
Saudades de passar por aqui.
Ah sim, entrei na comunidade do seu Bloguinho! =)
Muitos beijos!

Srta Diazepan disse...

penso que estava realmente precisando ler esse texto. Lindo! esclarecedor. talvez assim eu deixe de ser teimosa e aprenda com a experiência dos outros...
Tomara!
E...AMOO essa música que vc colocou no final. Lembranças boas

:o)

beijoca

Flah sprecher disse...

é engraçado esse fato de nós sentiirmos falta de cooisas q não fizemos.. rsrs

maas fareemos um diia!
rsrs


dá uma passadiinha no meu blog e comeenta?

Vanessa disse...

Ahh...
também sinto saudade do passado e dói muito.
quando isso acontece, vivemos apenas uma idealização do que poderia ter sido e não foi.

Thefy disse...

..saudade é a maior prova de que o passado valeu a pena...a lembrança nem sempre é reconfortante, mas se foi feliz, que seja por alguns instantes, a dor diminui e logo não mais se lembrará..bjim

Olhos Virtuais disse...

puts, acho que td mundo já passou ou passa por esses pensamentos de vez em quando.

bom fds
bjs

Nally disse...

Nossa!

Ná, amei os selos.
Obrigada viu?!

Sou tua fã de verdade, tantas coisas boas nesse blog.

Beijão!
=D

Gabriela disse...

Dor dolorida.
Dor de nós mesmos.
Dói.

Naraiana Costa disse...

Não tenha medo de navegar nos oceanos que a vida colocar em seu destino. Viva.
=*

Cansei de ser abduzida disse...

Eita essa coisa chamada saudade!!

eita! eita!

beijos.. te cuida bem! :D:D:D:D

Andreia disse...

Oiiiiiiiiiiiii!!!
Eis que resurjo do mundo dos mortos!!!!!! hahahahha


Beijos!!!!

julio de castro disse...

íxe. meu avô sempre dizia "caldo de cana e pastel resolvem tudo".

fica a dica.

beeanka disse...

Nááá, o que tá acontecendo com seus feeds?
Não tá atualizando no reader :(.

Se não venho visitar aqui nem fico sabendo nas novidades xD.

:*

Ariana disse...

Saudade dos momentos passados é a pior de todas!
Linda história flor!

beijo

Raphael Cozzolino :) disse...

" ... pois sei que voltarei! Eu sempre voltarei! ... "

Hahá , eu pelo contrário , nunca volto .

Nica disse...

"Em alguns momentos, sinto vontade de viver tudo de novo e agarrar as coisas que não priorizei, porém já não há tempo." Vc disse tudo.

A gente tem que deixar essas coisas pra trás... que nem jogar Super Mario... as argolinhas que vc não pegou ficam pra trás, não da tempo de voltar e buscá-las.

Huguinho disse...

Puxa, vida!!!! Identifiquei-me muito com este texto!!! Não sei se por estar encontrando as conseqüencias de um passado que não vivi por não saber fazer as escolhas certas. Estou tentando aprender aos poucos com isso para não sofrer no futuro.
Valeu!!!

Lydia disse...

Nah linda, saudade é uam coisa que insiste em nossa vida, não tem jeito. Às vezes quando ela está muito dolorida me apego ao argumento "quem sente saudade é sinal de que viveu", e assim eu a enfrento... hehehehe...
Valeu pelo selo.
Beijão!