17 de mar de 2008



"Continue a nadar, continue a nadar, continue a nadar..."


Depois dessa imagem, não preciso explicar mais nada sobre a minha vida, certo?


"É claro que a vida é boa
E a alegria, a única indizível emoção
É claro que te acho linda
Em ti bendigo o amor das coisas simples
É claro que te amo
E tenho tudo para ser feliz

Mas acontece que eu sou triste..."

(Vinicius de Moraes, Dialética. Montevidéu, 1960. in Para Viver um Grande Amor)

5 comentários:

Vinicius Cabral disse...

Nade, nade, nade!

A m**** é que o oceano é grande demais, não acaba nunca!
rsrsrsrs

bjo!

nica disse...

[ataque]
"continue a nadar, continue a nadar..." - caraca, eu amo esse filme e essa cena é uma das melhores.


ta. ahuahuahuah...
putz... nada como vinicius para explicar tudo sobre a vida. ele foi um grande poeta.
bejus.
e continue a nadar, um dia a gente vai chegar!

Silêncio de Chumbo disse...

a dory é a melhor!

tudo depende do jeito que vc ve a vida.... =)

Fê Probst disse...

Não veja problema onde não tem.
Lembre-se que ESSE tubarão, não come peixe ;)

Lizzie disse...

Oi Ná...
Em primeiro lugar, quero pedir sinceras desculpas pelo sumiço. Tive alguns probleminhas na hospedagem do blog e só há pouco tempo consegui resolver por completo. Agora [graças aos céus!] está tudo bem, e tudo em ordem.
Também venho aqui p'ra convidar-te a ir lá no blog, comemorar comigo as 112.000 visitas, das quais fizeste parte e sou muito grata.
Passa lá pra comer um bolinho comigo, ok? Te espero.

Beijocas.
www.lizziepohlmann.com