19 de fev de 2008

A fantástica fábrica de dilemas

"A solidão nunca é uma boa conselheira e a moça estava há muito tempo em companhia dela. Havia feito uma escolha, a de ficar sozinha. "

A vida é cheia de tomadas de decisões e todo mundo tem de escolher sempre o caminho que acha melhor seguir.

A questão seguinte: E se eu fizer isso e não aquilo? É nessa condição que encontramos os dilemas. As perguntas são feitas antes das decisões; se eu escolher a festa, perco a aula; se quiser ir à aula, vou perder o 'affair'. Resolve-se isso colocando em pauta suas prioridades. O que te é mais importante?

A minha vida se transformou em uma fabulosa fábrica de dilemas. Tentando decidir quais são os sonhos que devo priorizar, guardei todos dentro do meu travesseiro. Só vou tirá-los de lá quando souber realmente o que fazer. E não tem nada a ver com 'casar ou comprar uma bicicleta'. Racionalizar demais, às vezes, faz mal. Acho que meu hábito de seguir a razão não consegue ser excluído de mim em alguns momentos.

De uma coisa eu tenho certeza: vou encontrar o caminho mais certo. Vou chegar aos meus obejtivos sem precisar cortar um pedaço d´alma.

Quando a gente tem um foco, não importa quantos serão os obstáculos, é necessário alcançá-lo. Já descobri que a felicidade não está fora de mim, agora só me resta caminhar.








"Andar com fé eu vou
que fé não costuma falhar.
Mesmo a quem não tem fé
A fé costuma acompanhar
Pelo sim, pelo não...
Andar com fé eu vou
que a fé não costuma falhar."
(Gilberto Gil)

6 comentários:

Mila disse...

E eu ando cheia de escolhas pra fazer, decisões que eu tenho que tomar e nem sei o q escolher, nem sei se quero ter que escolher.
=/

Medella disse...

A idéia de maturar sonhos sem racionalizá-los demais é boa... eu só não os guardaria no mesmo travesseiro que guarda os medos! ;)

ótimo texto!

Bjos!

Medella disse...

Comentários em tempo real são os melhores! rsssss

Mas ficam ainda melhores no msn... anota ai: andre.medella@hotmail.com

bjos!

Conrado B Tramontini disse...

As pessoas nos ensinam sobre o que fazer, como fazer, o que pensar e o que querer, mas poucas nos ensinam a ouvir nós mesmos e pesar nossos sentimentos.

Você não mencionou a maior bobagem já dita sobre isso que é o "me arrependo do que fiz e não do que não fiz" fazer é deixar de fazer. O que você não pode se arrepender é de sentir e fazer conforme o que sente.

Pelo menos é o que sinto.

:)

Vinicius disse...

desições decosões

Tititi disse...

Pois é, a vida é feita de decisões e escolhas. Mas às vezes não as temos. Como quando alguém toma uma decisão que envolve a sua escolha, sabe? Quando alguém decidi não mais te envolver nas suas escolhas. Aí vc não tem escolha!
Ixi, será que fui clara?^^
Bjokas!