12 de set de 2008

Parti[n]do

Há alguns dias ela me avisou que precisava partir. Estava vestida de verde, com um meio sorriso no rosto. Não era o seu tom habitual, era menos luminoso, mais apagado. Tentei prende-la no quarto, fiz mil promessas para que não partisse, mas de nada adiantou, ela estava mesmo decidida.
Subitamente, comecei a chorar. Talvez as lágrimas a comovessem; talvez assim ela ficasse comigo...
Esforço vão. Ela não queria se manter ao meu lado, disse que não sobreviveria desta vez. Explicou-me, então, que precisava tirar férias.
- Ora, férias justo num momento como este? – perguntei indignada.
Ela sorriu. Com um abraço de mãe, disse que não podia continuar me apoiando neste momento; todo o azul dos olhos dele não seria suficiente para mantê-la radiante.
Hoje, Esperança se despediu de mim. Prometeu voltar assim que o moço dos olhos azuis e barba vermelha sair do meu coração.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
"He broken your heart
He took you soul
You´re hurt inside
Because there´s a hole
You need sometime
To be alone
Then you will find
what you always know..."
(Lenny Kravitz, I´ll be waiting)

14 comentários:

Lizzie disse...

A gente se apega a tudo, tão estranho...
Pior é quanto o que queremos não se apega em nós...


=/

Beijocas
www.lizziepohlmann.com

LindaRê disse...

Mas ela sempre volta...
De uma forma ou de outra, ela volta...

Bruno disse...

Eu definitivamente estou precisando de férias. Um momento só para mim, sem ninguém por perto, só eu, eu, eu, meus filmes, eu, meus filmes, meus seriados, eu, minhas músicas, e eu...

*.*

Lydia disse...

Uma hora ele decide partir e voltar quando menos esperamos.

Beijo :*

Antônio disse...

Fica tranqüila, que ela volta firme e forte. Afinal, é a última que morre, não é mesmo? ^^

Beijo!

Kamilla disse...

A gente pode ate achar q não volta,mas no fim ela sempre volta.

Nat, disse...

Espero que Ela volte, logo, de braços abertos. To torcendo aqui, de verdade! Beijos!

Thiago Augusto" disse...

as vezes eu acho que capto coisas nas entrelinhas... :\ talvez eu seja paranóico! :)

Vanessa disse...

Saudade de comentar aqui.
Vim acompanhando os posts, mas ando meio corrida e deixava pra comentar depois. rs
Enfim, dê um tempo, respire fundo, concentre-se e ela logo, logo estará batendo na sua porta.

beijos doces

Carol disse...

Perder a esperança é triste. Sempre. Mas ela acaba voltanto eventualmente. Seja por uma amizade ou amor. Não desanime ;)
Beijos

Sou a Lê, disse...

Dar tchau é, com toda a certeza, uma das maiores dores do mundo.
E pior que no caminho a gente vai se despedindo de tanto, que no fim sobra quase nada.
Vamos entregando a cada despedida pedacinhos de nós.
Mas a esperança sempre volta.

E essa foto é tão linda!

:)

Vivian Mag disse...

...ahhhhhhhh, podemos perder tudo na vida, mas a esperança nãooooo, definitivamente sem esperança não saímos nem da cama pela manhã...logo ao acordarmos com a esperança de que o chuveiro funcione para um bom banho, que o café estará quentinho a nossa espera...que o trabalho irá render, que o transito estará tranquilo, que alguém nos fará um elogio qqr, e por aí vai...tá vendo como a esperança está sempre por perto sem que a percebamos?...sem amor até ficamos...mas sem a esperança...não dá...muahhhhhhh

Ju disse...

é, tem momentos que precisamos ficar sozinha mesmo
=)

Agostinho Lopes disse...

Dizem por aí que "tristeza não tem fim, felicidade sim". Mas acho que isso só acontece, quando agente se recusa a ser feliz...

Ainda bem que tua esperança não morreu. Apenas "deu um tempo".

Mande-lhe recado, dizendo que tu se ama e que não quer perdê-la e nem tampouco a fé na vida, nas pessoas e em si própria.

Beijooooo