19 de set de 2008

Cecília e o espelho

Cecília se olhou no espelho esta manhã. Reparou bem na figura que a encarava. Delineador sobre as pálpebras superiores, risco preto abaixo, algumas marcas de expressão nos cantinhos dos olhos, que já tiveram brilho um dia...

Foi o que ela precisava para perceber a passagem do tempo. Naquele momento, um flash veio em sua mente. Como era aos 15 anos? Bem pouco se lembrava... mas conseguiu enxergar a luz que carregava no olhar e no sorriso. É, Cecília foi a menina de sorriso fácil e olhos sinceros. Ela chorava na frente do espelho só pra ver se ficava bonita e se poderia ser atriz. E como queria ser atriz! Não porque gostasse de sucesso, não... mas porque queria sentir a sensação de viver um romance igual aos que ela via na TV.

Hoje, ao se enxergar no espelho, alguns anos mais velha, lembrou de tudo que quis ser e relacionou ao que se tornou...Ela já não sente falta do brilho, mas das paixões que iluminavam o olhar...

9 comentários:

Carlos Nascimento Jr e Rafaela Gizzi disse...

Wau... primeiro golinho é meu!

Cecília, sempre com histórias para contar, assim como qualquer um de nós, que nem percebemos, mas sempre temos algo de interessante a ser observado.

=)
Rafa.

Gabriela M. disse...

ainda bem que não é dela mesma que sente falta.

amores? encontram-se novos.

Iaiá disse...

Eu era feia com 15 anos, e tb chorava muito. Tô melhor agora, graças a Deus. Sem nostalgias.
bjs

Tem conselho novo pra todo lado lá no blog! =]

Vanessa disse...

Eu sinto falta também.
Não de mim, mas de alguns momentos e amores.
beijos

Adriano DiCarvalho disse...

E quantas Cecílias se olham por aí espelhos a fora... E Joãos...
Ai, ai, moça... Que bonito.

Não esqueça de buscar seu selinho lá no NOSSO LINK HEIN!!!

BJAO

Jéssica disse...

Talvez agora os olhos dela brilhem de saudade.

;D

Adorei.
;**

Ju disse...

ah eu chorava em frente ao espelho, queria ver o qnto eu conseguia ser comovente...
ahahahaha
=)

Estava Perdida no Mar disse...

Talvez ela não esteja querendo perceber a delícia das paixões mais duradouras e dos amores seguros de agora. Toda idade e todo tempo tem sua beleza.

Huguinho disse...

Puxa, como o espelho nos atrai às reflexões. Gosto de espelhos; tenho um grande no meu quarto e outro igual na sala defrente com a porta. Tenho sensações diferentes quando entro e quando saio da sala por esta porta, em ambas as situações dou uma paradinha antes.