20 de jul de 2008

Não, sem dor!

Penso, não sem dor, em tudo que nos aconteceu.

Eu não tinha pressa, não tinha esperança. Ao contrário disso, eu sabia que algo estava errado. Sabe aquela voz que diz pra você que é hora de parar antes de se machucar? Ela falava comigo, mas eu não a escutava.

Agora, de certa forma, estou ferida. Não pelo tempo que se passou, não pela esperança de tê - lo ao meu lado, ou de vê-lo lutar por algo que acreditasse. Quer dizer, não por ver que não acredita no mesmo que eu. Talvez esteja ferida por mim mesmo, por não me perdoar. Acho que cheguei em algum lugar que não conseguia chegar. O perdão, não ao próximo, mas a mim.

Enquanto tento escrever sobre isso, lágrimas correm e a música não cessa.

Sinto-me fraca ao pensar que perdoei tão facilmente as palavras proferidas. Queria sentir o sangue ferver ao lembrar de tudo que foi dito, gargalhar como bruxa ao recordar da mensagem enviada. Queria dizer que não te perdoaria jamais no dia em que você se mostrou arrependido. Ao invés de tudo isso, o que fiz? Perdoei antes mesmo do seu pedido. Perdoei só para não me cutucar todos os dias com aquilo que eu ouvi e não gostei. E perdoei porque não sou capaz de sentir a raiva que gostaria de sentir.

Mas, e agora? O que faço de mim com essa falta de perdão? O meu, não vem. Não enquanto eu olhar pra você e sentir vontade de estar ao seu lado, ou ainda sentir a mão se mover em direção ao telefone para te ligar. Meu perdão vai ficar estacionado e só se moverá no momento em que eu não mais precisar escrever sobre você.

E, assim, começa mais um conflito interno com o meu consentimento. Minha razão e meu coração. Dois pontos divergentes, duas contradições que carrego dentro de mim e que dilaceram cada pedaço de minha alma, que clama por um consenso.

Personifico essa contradição em minhas palavras, com o uso de tantos “nãos” e tantos “perdões”.

Eu ainda tentarei sobreviver a tudo isso. Mas como disse uma vez, não me basta a sobrevida, eu quero viver. E eu vou conseguir, nem que tenha que cortar um pedaço de mim para atingir a plenitude.

Agora vai o meu aviso: Coração e razão, se resolvam logo. Se não conseguirem, eu arranco um dos dois da minha vida...












"He tries to pass it by
As he tries to pacify her
But what´s inside her never dies."
(Amy Winehouse)

********************************************************************************
Mimos:
Ganhei da , o selo Prêmio Blog Inteligente
E do Adriano, ganhei um selinho inédito: Um Blog Amado
Obrigada, queridos!

55 comentários:

Pitanga disse...

Essa interminável discussão entre a razão e o coração...sempre causando o caos!

Amiga, feliz dia do amigo. Tenha um asemana linda!

Beijos Doces pra ti,
Pitanga

Andreia disse...

Ô Queridaaaaa!!!!
Saudades de tudo isso aqui!!!!!!!


Beijão!

Jéssica Feller disse...

eu não sei pq ignoramos nossas vozes interiores.
...

mesmo assim, é melhor se machucar vivendo, a passar a vida pensando no que poderia ser...


beijos

Naraiana Costa disse...

Não sei o que dizer... essa voz também vem me dizendo a mesma coisa. E é mais fácil fingir que não a escutamos.
Assim estou fazendo, e sei exatamente o que vai acontecer daqui pra frente. =/
=*

Antônio J. Xavier disse...

Nem adianta ameaçar minha querida... vc vai ter sempre de conviver com os dois.
É inevitável.
Bjinhos

Maria Fernanda disse...

A razão e o coração sempre serão contraditórios. E ficar em cima do muro, decidindo quem está correto, cansa e nos deixa fraco.

Agora, eu te pergunto:
Se o coração e a razão não se resolverem, quem você arrancará da sua vida?

*Ná* disse...

Taí uma coisa que eu ainda tenho que pensar. Vamos por partes? ahahahahaha

Srta Diazepan disse...

Tudo isso é porque a gente imagina que o outro seja igualzinho a gente. Porque de outra forma não pode, sempre acho q a gente tem pouca imaginação pra coisas ruins, situações assim. O otismismo salta os olhos, eu sei como é. E mesmo apanhando eu prefiro ser assim, uma hora eu acerto e percebo que as pesoas ainda tem solução. Ou não. *rs

beijos, feliz dia do amigo ( ontem... *rsrsrsrsrsrsrs)

Layz Costa disse...

'Agora vai o meu aviso: Coração e razão, se resolvam logo. Se não conseguirem, eu arranco um dos dois da minha vida...'

Não Ná, você não tira não.
Eu passei por uma situação IGUALZINHA há uns meses atrás,quando li me vi nas suas palavras.
Escrevi na nota de saudação do meu celular 'desapegue-se' pra toda vez que eu quisesse ligar pra ele, sentir saudades eu me deparar com aquilo e ver quem não me merece. Hoje, ver o tanto que ele brincou comigo e o quanto eu fui 'fácil' - perdoei rápido demais, não consegui racionalizar nada do que houve entre nós dois - me faz pensar e me arrepender só disso. Não me arrependo de nós dois, ficou na história e me fez melhor,TUDO na vida te fazer melhor, maior.
beijo
=*

Thefy disse...

...Ao contrário disso, eu sabia que algo estava errado. Sabe aquela voz que diz pra você que é hora de parar antes de se machucar? Ela falava comigo, mas eu não a escutava...
Isso foi para mim, mas enfim..rsrs
é a vida né, vivendo e aprendendo...
bjokas flor

Ju disse...

espero q se entendam... acho q não dá pra viver sem uma ou outra coisa
=)

LindaRê disse...

às vezes é mais fácil perdoar os outros que a si mesmo...
eu tnho dificuldade nos dois...

e não esquenta, uma hora a razão e o coração se resolvem...

bjs

;) disse...

Guriiia como você escreve bem!!!
Mesmo um post triste você conseguiu deixar poético!!!
E é difícil mesmo, contradições que só a gente consegue resolver, que só a gente pode decidir!!!
Mas o tempo cura tudo!!! E o que vale a pena são os bons momentos VIVIDOS!!!

Parabéns pelo blog!!! Voltarei sempre!!! ^^

;****

Mulher paraense disse...

Nossos sentimentos são bem parecidos, sou casada, e sempre que estou em crise com meu marido quem releva e acaba sedendo sou eu, ele fica firme e forte, se depender dele ficamos 1 mês inteiro sem se falar, eu sinto ódio de mim mesma por não conseguir sentir ódio dele.
Depois eu faço comparações e digo a ele o qto ele errou e não tem coragem de admitir, ele diz que eu relevo pq eu tenho sangue de barata, pode?
Eu tento viver em harmonia, tento evitar ao máximo as brigas, mas relacionamento é mesmo assim, ninguém é igual a ninguém e mesmo que fosse ainda haveria alguns conflitos.

Lucy Jones disse...

Arranque a razão, assim se o coração fizer algo errado, tu não saberás. aiuehaiuehiauhe
e melhor do que isso, não haverá culpa.


Amy é foda*-*

Jôji disse...

Arranca o coração.
o amor é uma reação do nosso cérebro ao prazer.
enquanto você sentir algum prazer em estar perto dele, você vai sentir o tal "amor".
mas se mesmo sem prazer algum, você ainda amar ele...

digo desde já, não tenho nada contra sadomasoquismo :)

Jôji disse...

Acredite, o exército de arroz foi o ponto máximo onde minha paciência tão curta pode chegar.

Estava Perdida no Mar disse...

Querida...era o seu momento, a sua razão, a sua vida. Não se puna por ter se dado demais, arriscado demais e menos ainda por ter perdoado.´O fato de darmos o melhor de nós não quer dizer que sempre iremos sair vencedores, mas a melhor batalha é aquela que vencemos contra nossa própria covardia. E pelo que me parece vc não foi covarde. Esta ja é a sua vitória.
Amores vêm e vão. Sempre. A nossa integridade é que deve permanecer.
Sorte. Q passe logo a agonia do seu coraçãozinho.

Vanessa disse...

Aii Ná, a razão nessas horas fala, mas fala baixinho e por isso não nos alertamos. O que fazer quando o coração a razão não se entendem ? Se eu soubsse, te diria agora. Diria a todos que estão passando pela mesma situação porque iria cm certeza aliviar seu coraçãozinho.
OLHA, só sei que é preciso força pra isso tudo. Essas algazarras que os sentimentos causam, nos deixam fracos, fraquinhos. Então MUITA FORÇA.

beijos

alex pinheiro disse...

Aiaiaiviw!
Faz siguinte,,, não faça nada! rs

Bjs e desabafadas invenções!

Bella... disse...

Quando tudo isso passar, vc vai ver que o melhor mesmo foi perdoar.

disse...

Esse negócio de amor é coisa difícil...
Mas quando menos esperamos tudo se ajeita.
E para os que são como nós o amor vem fácil, porque não se encontra do lado fora, mora dentro e é independente da resposta do outro.
Perdoar faz bem. E amar também. Até quando faz mal.
Êta contradição.

Beijo

Jéssica disse...

Mesmo que doa, mesmo que demore, mesmo que seja difícil, eu aconselho a não arrancar um dos dois - ou os dois - de sua vida. Apesar de tudo, se faz necessário tudo isso que se passa.

Se tirar, tire por um momento, mas não espere a hora de ele voltar, ou de você pô-lo de novo pra dentro, apenas se deixe levar :)

Ao menos, isso, comigo funciona :D

;*

Lazy disse...

Parecia que eu tava lendo algo sobre a minha vida, acho que todo mundo ja passou por um momento que o coração pede uma coisa e a razão outra, e a gente fica no meio sem saber qual dos dois a gente deve dar ouvidos... Pare de pensar no que é certo fazer, simplesmente deixe o tempo te levar para o melhor caminho....

Beijão :]

Adriano DiCarvalho disse...

ihhh... Estimo que se entendam. Uma complementa a outra. Impossível viver apenas com uma. Razão só. Emoção só. Imagina! Não seria legal... Bom, mas isso sou eu achando, claro.

Mas se pudesse escolher, escolheria qual? Pensa.

Bjão

® disse...

Daqui a pouco tudo nao passará de uma lembranca, só vai ficar a licao que aprendeu. E vai rir rir rir.

Mulher é assim, nao consegue arrastar pra debaixo do tapete o que a incomoda, ainda bem, pq aí que tá a grande graca em acordar todo dia: sentir emocoes à flor da pele.

Bruno disse...

Não sei se vem ao caso, mas uma vez um escritor famoso (não to conseguindo lembrar quem) disse a seguinte frase: "Tenha cuidado em perdoar: a misericórdia também corrompe". Pois é...
Bjo!

Bruno disse...

Então, Ná. Pensa comigo...

A música certa da Amy para meus posts, seria REHAB, mas...

HIAHUAI

Continuando... Saudade de você, viu? Fica triste não.

Tititi disse...

Ah, fiquei tão triste! Tinha escrevinhado (gostou do meu neologismo?) um comentário pra vc ontem mas deu erro e não ficou aqui! Mas me lembro mais ou menos o que disse. Queria dizer que se vc é capaz de perdoar alguém por erros que vc considera imperdoáveis, por acreditar q somos humanos, q cometemos erros e q merecemos outra chance, como pode não se perdoar pelas mesmas razões??? Vc está se colocando, sem querer, um pouco acima do bem e do mal, não acha? Se exigindo muito! Vc é humana, é sensível e volúvel, aceite isso que tudo ficará mais simples! Tipo: fiz merda, perdoei mesmo, dane-se... Já foi, bola pra frente! hahaha
Sei que não é fácil assim aceitar isso como verdade, mas é mais ou menos isso que faço... E funciona!^^
Bjokas, flor!

Anne Graziele disse...

Eu já cheguei até a pedir pra passar um ano, apenas um ano, vivendo somente com a razão, pq meu coração...
Mas, enfim, como não é possível, temos que tentar viver bem com os dois!
bjo

Srtª Amora disse...

na verdade(minha mãe diz que sou dona dela), nem a ele vc perdoou, por isso esse conflito... enquanto vc estiver ligada à ele... digo isso tanto com coisas materias, fotos, presentes e coisa e tal, quanto ficar pensando como poderia ser agora. Enfim, isso é só o momento... as coisas costumam se ajeitar... tudo acontece naturalmente e na hora certa.

o negócio é relaxar, e não dá moral... e ele sabe que vc sofre, por isso (pelo que parece) nem liga. algumas pessoas adoram jogar. e eu detesto isso, por isso agora estou curtindo meu cachorro =D

Tiago Júlio disse...

Coração e razão são irmãos siamêses. Não dá pra arrancar um sem tirar pedaço do outro. Estão ligados, juntos: sorriem juntos, gritam juntos, sofrem juntos, se arrebentam juntos, se destroem juntos...
Até nas situações mais mágicas, intensas e incompreensíveis a gente conserva gramas de razão.
E nas situações mais racionais e lógicas a gente é influenciado por sentires...
Acho que é isso: pensar e sentir, é assim que vivemos. E, às vezes, morremos um pouco.
Escrever é o maior exemplo disso tudo. E escreves muito, muito bem.

Belo... desabafo. (?)

obrigado pelos elogios, de verdade. :)

Tay Highway disse...

Razão e emoção jamais conseguiram se separar. Só o tempo concilia os dois...

Fláh disse...

Eu concordo com adriano ali em cima.
Razão só. Emoção só.
Prefiro o conflito a opinião de cada, para mim aprender a achar o equilibrio e mediar a situação.

Bem eu acho. :)

Medella disse...

Arranque a razão. Sem o coração a circulação não funfa. rsss

Beijos!

Mari Vianna disse...

Aiin que lindo isso ..
Deve estar sendo dificil, eu sei, Ô se sei ..
mas dê tempo ao corpo e de a chance de conhecer novas coisas ..

Como eu sempre digo
a vida é baseada no amor,
mas nunca dependente do reciproco !

Beijos !

LiLi disse...

batalha dificil hein?!
na verdade nem sei quem vence, mas que vc consiga conviver com os 2 em harmonia
adorei o cantiho!!!
mtos beijos!

Déh disse...

Mas, e agora?

Quando me faço essa pergunta é pq a casa ta caindo... hehehe!

adorei o texto!

bjo

Cristal - a louca. disse...

Ai =]

Já diz o filósofo: "É melhor amar e ter perdido do que nunca ter amado..."

Beijundas ^^

Raquel disse...

Puxa, hj me atualizei! Li os posts q ainda nao havia lido e, com calma, resolvi deixar minha marca.

Vc sempre consegue traduzir alguns sentimentos meus e é bom ver q algumas coisas q sentimos e vivemos nao sao exclusividades nossas.

Nenhum sentimento no mundo é novo... sempre há alguém q sentiu e vivenciou o mesmo q a gente.

...o tempo nos faz superar tudo! Basta querer e saber esperar!
Daqui uns tempos todo esse turbilhão irá passar. As vezes valorizamos demais certas coisas e só depois de um tempo, com a visao mais limpa, conseguimos pereceber a insignificância delas na nossa.

Seus textos sempre são inspiradores!

Bjinhos

Clecia disse...

O coração e a razão não se unem nunca. Esse conflito interior,amiga,é passageiro.Logo estará melhor, tá? :) Bjos e um ótimo fim de semana!

Lizzie disse...

Digo-te que eles não se decidem jamais... É você quem tem que decidir-se por eles.

Andei sumidíssima da blogosfera, bem sei. Mas voltei, e cheia de saudades de todos vocês!

Beijocas
www.lizziepohlmann.com

Huguinho disse...

Acho que perdoar de um modo geral não é fácil. Penso também que o próximo só tem o nosso perdão de verdade se nos perdoamos também, porque não adianta um lado ainda continuar sofrendo.
Acho, também, que a razão e o perdão devem caminhar juntos pra manter o equilíbrio. No meu caso, sinto que está havendo um certo desequilíbrio, pois a razão tem agido mais que o coração e estou comeando vagarosamente a perceber que isto deve estar me fazendo mal. (Ou não)
Abraços

Biscoito Cósmico. disse...

a escolha de um leva imediatamente à renúncia do outro.

ora escolho um, ora escolho outro.

também espero que se revolvam logo.
tanto aí, quanto aqui.




VOLTEEEEEEI!

:D

Fee disse...

Relaxa. esse nó na garganta jaja se desfaz!

Vinicius disse...

poxaa fazia tempo que eu não vinha aqui rsrs....

tá bombando o blog heim rsrs
quer dar um grau no naofuieu agora rs ?

Carlos Nascimento Jr e Rafaela Gizzi disse...

Naaa... olha no nosso blog o esclarecimento pela desatualização do blog! =P

Cristal - a louca. disse...

Pasei para dar um alô ^^

Beijundas

Booperfly disse...

A eterna batalha entre cabeça e coração...
Quero te ver bem...se cuida.
Bjos,
Paulinha

Renata Valim disse...

Lindaaaaaaaaaa
Que isso, soda caustica está cada dia mais badalado!
50 comentários! Que linda, parabéns vc merece, quem sabe sabe, e vc escreve sabendo muito o que esta fazendo!
Saudades lindona, muitos beijos!

Wagner disse...

Boa sorte com essa luta interna que todo mundo tem. Minha razão e minha emoção nunca conseguem viver em paz...

Carlos Nascimento Jr e Rafaela Gizzi disse...

aloo Ná..
muito legal seu texto, porém achei ele muito triste. talvez até com uma pitadinha de amargura!
não sei.
mas como sempre, sempre me impressionando!
super beijos


carlos

Carlos Nascimento Jr e Rafaela Gizzi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Carlos Nascimento Jr e Rafaela Gizzi disse...

"Sabe aquela voz que diz pra você que é hora de parar antes de se machucar? Ela falava comigo, mas eu não a escutava."

Pq a gente nunca escuta, né? =/

Esses sentimentos, essa fase, esse conflito, são os piores da vida toda. Só por Deus!

Bjs!
Rafa.

blogberona disse...

"Sabe aquela voz que diz pra você que é hora de parar antes de se machucar?"
...é que as vezes a queda só vale a pena depois de experimentada né...
como a vida em si, por viver, por ser...

de repente o melhor é o natural.... a razão em harmonia com o coração, sem preopação...