19 de jan de 2008

O aviso médico

Esta semana resolvi avisar meu médico sobre nosso namoro, antes que eu me casasse sem ele saber.

Passei em frente ao hospital e ele estava de plantão. Parei, peguei um papelzinho, uma caneta e... letras pra quem tem coragem! Escrevi um bilhetinho de aviso e coloquei na porta do carro dele.

"R......,
Nosso namoro já passou do tempo e amadureceu. Devemos nos casar.
Ligue-me assim que houver a possibilidade de negociarmos o seu conhecimento nessa relação. Beijos,
Natália."


Depois disso, passei num supermercado e comprei lustra-móveis pra poder ficar bonita.
"Se tu me amas,
ama-me baixinho.
Não o grites de cima dos telhados,
deixa em paz os passarinhos.
Deixa em paz a mim!
Se me queres,
enfim,
... tem de ser bem devagarinho,
...amada,
...que a vida é breve,
...e o amor
...mais breve ainda."
(Mario Quintana, Bilhete)

4 comentários:

Tititi disse...

Ehhhhhhhhh!!!! Estou louca pra saber dos próximos capítulos!!!
Bjokas!!!

Bruno disse...

É só eu ficar um mês sumido por aí, que tu já entra em crise de menina retardada???

Que isso, gente?

HIAuHAIUHAiUAHIA

Conta, conta, conta...

*.*

;*

Fê Probst disse...

Não esqueça de contar o dia do casamento!

Bruno disse...

Tá vendo o que minha falta faz as pessoa????

E não me esqueci de responder aquela sua corrente do dekstop... Aliás, fui indicado pela Anna pra fazer a mesma corrente...

É que meu PC tá ferradaço, aí, quando rumar, eu faço, ok???

;*