15 de dez de 2008

Fim

Eu sei que prometi não escrever, pensar ou falar sobre o assunto. Mas algumas coisas são impossíveis de calar. Calar e sentir. Por mais que eu me esforce, eu sinto.
Eu não queria o segredo daqueles olhos, não queria saber sobre o que se passava ali dentro. Só queria aquilo que eu tava vivendo no momento, dentro, fora, por todos os lados.
Não pedi nenhuma palavra animadora para continuar, não pedi mentiras que me fizessem querer estar ao lado, não pedi músicas, não pedi convites, enfim...
Eu estou magoada. E sabia que ia acabar assim. Mas acreditei até o último momento na sinceridade que estava sendo enfatizada.
Não o condeno. Não sabe o que guardo aqui dentro. E, se pensa que meus olhos falam por mim, eu espero, do fundo de minha alma, que eles estejam passando toda a mágoa que foi causada. Não por que acreditei no amor, mas por que prezei pela sinceridade.
Eu nunca fui ao encontro. Mas sempre se manteve à caminho de mim. Talvez eu não tenha feito tanta diferença assim, mas prefiro acreditar que a palavra 'compensar' foi usada de má forma. Sim, eu estou magoada. Magoada por ter acreditado que aquela música era diferente, que jamais havia feito para ninguém. Se fez, não posso me certificar. E, se não fez, dessa forma, me faz pensar que sim.
Não posso me manter ao lado de uma pessoa que só pensa em si. Embora diga que abriu mão de muitas coisas por alguém, eu não vejo altruísmo em suas ações. Vejo culpa, sacríficio e mágoa por se sentir obrigado a tomar tais decisões num momento em que sua vida queria outro rumo.
Eu choro, mas sei que isso vai passar.
Na verdade, eu choro mais por não ter forças para lutar contra tudo isso que está acontecendo. Eu já fui mais forte, já soube convencer melhor. Choro mais por me sentir tão solitária quanto uma pérola num anel caríssimo.
E agora prometo não falar mais sobre isso.

19 comentários:

Estava Perdida no Mar disse...

Nossa, este texto me tirou o fôlego. Me sinto exatamente como vc, exatamente igual. Mágoa, pura mágoa...de ter sido verdadeira e talvez não ter recebido o mesmo em troca.

Linda, passa...Tem q passar, tenho dito isso para mim mesma todos os dias. E sim, tb acho q já fui mais forte, q já disfarcei melhor. E tb sempre me prometo não mais tocar no assunto. Mas tem horas q dói, né? Fale...fale com alguém ou consigo mesma quando doer. Escreva em folhas de papel o q sente e depois queime. E nunca tire da sua mente de que passa. Ah sim, passa.

Beijos

Thiago Augusto" disse...

Ná, o engraçado é que você escreve o que eu sempre falo.

Eu e minha melhor amiga, que não tem blog, sempre que lê me manda um e-mail dizendo 'parece que você que escreveu' e eu fico aqui lendo e pensando que eu não sou o último romantico do mundo.

Só te garanto uma coisa, como alguém que te lê há um bom tempo, isso passa :) não agora, agora vai parecer realmente impossível, perpétuo, mas vai passar. E quando passar você vai olhar pra trás e lembrar só da parte boa, pq no fundo, o que importa, foi o que aconteceu de bom.

Bem, acho que eu falei demais. Se precisar de um amigo, e de alguém que te entende PERFEITAMENTE, pode me procurar :)

te amo por aquilo que você escreve, pérola solitária do anel mais caro :P

Cesar Oliveira disse...

Delicado e doloroso. E vai doer o tempo necessario que nos faz valorizar mais ainda o que, sempre, vem depois

bom te ler

Agostinho Lopes disse...

Querida e "doce/ácida" amiga...

O "Salada" mudou de casa...

Agora fazemos parte do mesmo "condomínio".

Beijo carinhoso

Sarah S disse...

Fiquei meio down, aliás, o texto é assim.
Eu não sei o que digitar, não sirvo, não tenho palavras pra esses momentos, só não consigo :(

Sarah S disse...

então leve isso como um sorriso. :)

Cadinho RoCo disse...

Mas o problema não está em falar oiu deixar de falar e sim em ficar borocoxô.
cadinho RoCo

Gerundino disse...

Uau, Ná... seus textos estão maravilhosos, adoro cada um deles, pena que a base para eles esteja cada vez mais triste.

tititi disse...

Não se preocupe em prometer. Se preocupe em botar tudo pra fora. Se aliviar. Seja o que for! Estaremos sempre aqui. Seja o que for!
Saudades avassaladoras!!!
Tô tentando voltar a blogar!!!
Bjokas!

Silêncio de Chumbo disse...

Nossa... que texto!
da um aperto....

beijosss

Auíri Au disse...

Quantas dores nas palavras...
FIque bem.


Beijos

Alice Désirée disse...

Nossa! Fica assim não, Natal tá quase aí e você tem q se alegrar, menina!
Bjs!!
=1

Camila :) disse...

eeh mas tdo iso passa :)
gostei do texto,bem profundo


bejoos

Antônio J. Xavier disse...

Primeiro não acho que vc deva controlar essa vazão... sempre que quiser desabafar vc deve... é salutar.

A mágoa deve ir sumindo aos poucos e dando espaço para outros sentimentos bons... as decepções fazem parte do caminho de vida que todos escolhemos, inevitavelmente.

Mas é muito positivo ver que vc já sabe: isso vai passar.

Sabe o que é bom nestas horas... fecha os olhos que eu vou dar dois bjinhos em cada olho... ai as lágrimas cessam e esse sorriso lindo toma conta do espaço de novo.

Estou de volta... já te vi no msn dia desses, mas ainda não tive tempo de ficar on line...

bjinhos!!!!

Adriano DiCarvalho disse...

Então, promessa lançada por você mesma, talvez seja hora de voltar a perceber a vida enorme e acolhedora que há a sua volta, amiga...
Talvez seja agora a hora de voltar a vida real e sair deste oceano em que se encontra imersa. Nade pra fora deste oceano em forma de olhar que ele parece ter, se você estiver sentindo que os tais olhos não são o mar que te banhará de amor, respeito e atenção. Nade de volte e espere - certa de que virá - a proxima maré!
-------------
Se posso me intrometer um pouquinho, te diria isso acima...

SORTE, FORÇA e AMOR PRÓPRIO!!!

--------------
FELIZ NATAL E UM 2009 MAIS FELIZ AINDA!!!!!!!!!!!!!

BJ ENORME, Ná.

Maria Fernanda disse...

Certas dores são tão insuportáveis que ficar guardando dentro de si acaba nos machucando por dentro.

A ilusão é a pior das dores, é o mais insensato dos sentimentos. Fere. Machuca. Magoa. E, não bastando, gosta de nos tirar a esperança e deixar o coração feito pedra, invulnerável.

Triste.


Espero que ano que vem, tudo pare de doer.

Alex Pinheiro disse...

Faz siguinti: faz nada... rs
Remédio que acalma e balança criança lembrança,,,
Melhor coisa?! Silêncio! Xiiiiu!!! :)

Bjs e novas invenções!

Sammyra Santana disse...

Puxa... esse texto deu uma pontinha de tristeza...
Lembrei daquela frase do Bob Marley que diz: "Difícil não é lutar por tudo aquilo que mais se quer, e sim por tudo aquilo que mais se ama. Eu desisti de lutar, não pense que foi falta de coragem, mas sim, por não ter mais condições de sofrer"...
Fica bem!
Gosteid esse blog!
Beijinhos

mariela disse...

Olá!
Recebi um selo de duas blogueiras e nas instruções eu deveria repassá-lo para 15 novos(as) blogueiros(as).
Você foi uma das minhas escolhidas.

Passa no meu blog na postagem "Prêmio Dardos" e copie o selo.

[]'s
http://livinginskin-mari.blogspot.com/