2 de set de 2009

Não quero dizer que é amor

Há algum tempo venho perdendo meus textos pelo caminho.

Sempre há essa necessidade sufocante de escrever, mas elas não saem. Elas, as palavras, estão aqui mas não querem sair, não querem ser lidas, sentidas, tocadas. Nem sei ao menos convencê-las de que o outro lado é bom, afinal convencê-las desta mentira seria a coisa mais desonesta do mundo.

Estão aqui, sufocadas por vontade própria, enquanto alma e coração se unem para expulsá-las de dentro.

Talvez o motivo desta recusa seja o fato de tê-las guardado mpor tanto tempo. Vivendo bons momentos, quis poupá-las para expor o clímax da história que não existiu... Então elas se recusam a reportar mágoas e ressentimentos e, sendo assim, mantem-se ao lado das lágrimas que, embora tenham sido solicitadas, também se recusam a sair.

Bem sei que a vida tem dessas tapeações, eu mesma já passei por milhares delas... mas é sempre bom ter a alma pura para voltar a confiar e acreditar, mesmo que seja mais um cliché, mesmo que a história volte a se repetir...






"Now I miss you
Now I want you
You're not coming back...
And I need you
But I can't have you
Even when you're here"
[Dido, Quiet Times]

10 comentários:

Alessandra disse...

Oi Ná,
Já estava com saudades dos seus textos. E é isso mesmo mesmo, nunca deixe de acreditar que dias melhores virão...Eles sempre vem, mais cedo ou mais tarde.

Bj.

Jéssica disse...

Sabe que você não é a única com esse problema?

;**

Patrícia disse...

Ei, num perde seus papíes não... eu adoro o que você escreve!

Camila disse...

Há algum tempo venho perdendo meus textos pelo caminho.

isso é ruiim, vc os axa :)

Medella disse...

Algumas palavras são tão rebeldes! Mas antes estas sufocadas do que nós.

Beijos!!!

Stephanie Pereira disse...

eu tbm vivo esse problema...

Estava Perdida no Mar disse...

Me parece q as palavras fogem das linhas quando estamos entorpecidas de tanto amor.

Gerundino disse...

Afff... não acredito, meu reader não atualizou teu blog mais, sabia que tinha algo errado, saco.. Pelo menos agora tenho algo pra ler pelo resto do dia, rs. :p

Mari Vianna disse...

fiz questao de ler
porque eu to na mesma situação. Não acho palavras e meus textos se perdem. tanto que eu fico eras sem aparecer. e o pior é que eu só volto quando é algo triste que me inspira, preciso mudar meus costumes.

Fê Miceli disse...

Ultimamente tb venho me sentindo assim: sem palavras para expressar o que sinto. As ideias não páram de rondar a mente, mas não saem em forma de escrita!

Mas, sei que uma hora, a inspiração volta!

Tds nos passamos por momentos de abstinência, rsrs

Beijos