8 de set de 2009

Feridinhas

Nós todos temos feridas: novas feridas e antigas, que já deveriam ter se curado mas não o fizeram.
A verdade é que nós não deixamos essas feridas cicatrizarem pelo simples fato de acreditar que elas nos ensinam algo. Pode até ser. Elas nos lembram de onde viemos, os caminhos que percorremos e como chegamos aqui. As nossas feridas fazem parte de nossa história. E a nossa história, nosso passado, é como um fantasma que vive voltando para nos assombrar...
Embora acreditemos que sempre aprenderemos algo com nossas mágoas, sempre haverá situações em que deveremos aprender diversas vezes a mesma coisa...

"I felt the same today
as I was feeling yesterday
It'll be the same tomorrow
from an only one change
Never want to say it's love
but it's what I'm thinking of..."

6 comentários:

Alessandra disse...

Oi Ná,

...Essas feridas, comum a todos, mas sempre direntes...

Se é errando que se aprende, eu quero permanecer na ignorância, pois talves já não haja mais lugar para novas cicatrizes.

Bonito seu desabafo, faço minhas as suas palavras.

Beijo.

Medella disse...

Por isso minha mãe sempre dizia que não podia futucar na casquinha das feridas.

Quando a gente mexe muito nas feridas, nunca que elas fecham.

Beijos!

Jéssica disse...

Não se mexe em ferida já sarada. Ou não?

;*

Késia Maximiano disse...

Tem hora q o melhor mesmo é virar a página, não é mesmo?

Beijo grande..
Gostei do post

Patrícia disse...

é, cê tem razão.

Huguinho disse...

Na minha opinião, as feridas só cicatrizam depois que aprendemos com elas e as cicatrizes servem para lembrar que um dia houve uma machucado ali que não deve ser repetido.