9 de out de 2008

Redundância n#1

Não quero mais sofrer. O senhor bem sabe que esse é o maior motivo de não me entregar. Eu sempre escolho as pessoas erradas e estou muito cansada de colocar toda dose de amor diário que possuo nas mãos de quem destrói essa coisa bonita minha. Porque, embora todos façam a mesma idéia sobre o amor, o meu pode ser conceituado de diferentes maneiras. Eu sou o amor, mas não aguento mais ver a minha capacidade de amar ser inibida e esmiuçada. Eu quero viver esse lugar comum chamado amor um dia, embora eu saiba que, mais cedo ou mais tarde, alguém vai me magoar, e eu vou achar que nunca mais o amor vá se manifestar em mim.

E aí eu vou até o meu jardim, e uma flor vai me sorrir; então o amor reaparecerá, e eu ficarei satisfeita com essas doses de amor que terei incondicionalmente todos os dias ao olhar meu jardim florido, beijar minha cachorra, colher uma pitanga vermelha e adocicada. E vou passar muitos dias bem servida desse amor divino, desse lugar não tão comum, que encontro dentro de mim e na natureza das coisas alegres. Pensarei que não mais precisarei entregar meus sonhos ao destruidor de Morfeu. Dias e dias irão se passar, enquanto vou saboreando o amor que carrego cá dentro, até que surja, mais uma vez, alguém que não possua amor algum, que viva como um vampiro, sugando todo o amor das pessoas e depois parta, deixando mais um coração ensaguentado e partido.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
"Minha vida
Que fazer com minha alma perdida
Foi um raio de ilusão
Bem no meu coração
E veio com tudo
Dissabor e tudo..."
[Djavan]

11 comentários:

instantes e momentos disse...

voltando ao teu blog. Gosto daqui.
Muito bonito teu modo de dizer.
Muito bom.
Tenha um belo final de semana.
Maurizio

Ju disse...

acho q sempre haverá amor pra recomeçar...

já dizia uma canção
=)

Rafa Gizzi disse...

Acabei de ler um blog com o mesmo tema. Ahh esse amor....!

Ná, me diz, a sintonia e a hra q vc me ouviu!?! xDDD

Isabele disse...

Minha ficha acabou de cair e eu nao acredito mais no amor. Infelizmente.

Kamilla disse...

Eu sou assim tb, p/ não sofrer prefiro não amar inteiramente. Sei que é errado, mas é como se fosse uma defesa que possuo!

Daah O. disse...

Não acredito, nem desacredito.
Mesmo sendo uma mulher apaixonada...

É, vai entender!

:)

Gabriela M. disse...

se não te entregar-tes como saberás se aquele não era mesmo o teu amor de verdade?

arriscar ainda é a melhor escolha.

OBS:
mudei de blog (www.carmelitando.blogspot.com)
Beijo.

Pitanga disse...

Amiga, se entregar é mesmo difícil. Requer força, disposição e muito amor-próprio caso tudo dê errado outra vez, não é mesmo?

Hum...não poderia deixar de comentar que adorei esse trecho:

"beijar minha cachorra, colher uma pitanga vermelha e adocicada"

Suspeita, eu? rs...

Beijos Doces,
Pitanga.

Thiago Augusto" disse...

cansado disso sabe? amar é tão tão tão necessário, e tão tão tão tão trabalhoso. :\ o amor é lindo quando correspondido!

Olhos Virtuais disse...

Oie...
Boa semana pra vc

bjo

Tathiana disse...

"Eu sou o amor"... É por isso que não pode abrir mão dele, sob risco de estar abrindo mão de parte (ou do total) de si mesma...
Então, ame. Mesmo que os outros não saibam amar.
Bjs.